“Fake News”, o filho bastardo psicótico do jornalismo

Quando, na madrugada de 9 de Novembro,  Donald Trump fez seu pronunciamento já como presidente eleito, a América liberal (e o mundo) sentiu um frio na espinha digno de filmes de terror. Trump, numa excitação quase histérica, anunciava a capitulação democrata após um longo e sangrento combate diante de uma sociedade atônita.…

A nova meta da notícia é encontrar o seu leitor

Houve um tempo, não muito distante, onde a modelação de conteúdo para uma publicação era mais simples: as matérias eram feitas segundo as convicções das redações e acontecimentos dos nichos abordados. As audiência iam atrás do que queriam ler. Mas isso acabou.…

Escala, a palavra de ordem do novo jornalismo

Os elementos usados na busca da melhoria da qualidade do jornalismo são basicamente os mesmos desde que ele apareceu na história pós-gutemberguiana. Modos de apuração, definição de fontes, os cinco W’s, isenção, ética, etc. Como já observei noutro post, nenhum deles perdeu a validade (embora alguns tenham mudado radicalmente).…