Tag: digital

Why regulation can help the tech giants to work better

It’s been some time since social networks earned free media exposition for events that promised an everlasting and positive impact on society. Facebook’s dystopic myriad of leaks and misuses, Twitter’s struggles to avoid hate speech to flow through its platform and an increasing number of people with the ability to game the system took away the cool aura that once floated over California.…

Receita em queda tem conserto, ‘burnout’ da marca, não

http://gty.im/542979964

Na primeira vez que viajei à Europa, em 1997, me lembro de ter ficado fascinado com a possibilidade de ler a edição do dia de jornais de outros países. Os principais jornais europeus – The Times, El Pais, Frankfurter Allgemeine – estavam em qualquer banca de jornais um pouco maior e suas marcas eram inquestionáveis em termos de audiência e autoridade.…

Como o meio digital possibilitou “desertos” jornalísticos

É uma história que, se você for brasileiro, já conhece: cidade média, até com certo poder aquisitivo, tem um jornal pequeno (raramente mais de um), semiprofissional e que tem relacionamento próximo com as elites política e financeira locais. O resultado dessa equação, um jornalismo deficiente e alinhado com o poder local, criava grandes “desertos’ noticiosos, largas faixas de território onde a cobertura local era restrita e só a TV se impunha como fonte de informação. …

Homepage e multimídia: por que seu site não é só ‘social & video’

http://gty.im/56583654

A mídia é uma indústria que vive de trends ditados pelos seus líderes de mercado – como qualquer outra.  A conversão digital jogou para a cabine de controle duas empresas que são monopolistas na prática. Essa liderança deu origem à supervalorização de dois desses trends: vídeo e social.…

‘Cale a sua boca’ ou como os sites estão acabando com os comentários (e com os trolls)

http://gty.im/163765275

“O cliente tem sempre razão”. A frase é um dos exercícios de relações pública mais forçados da história, porque todo mundo já esteve do lado do cliente para saber que ele não funciona na prática. No jornalismo, a máxima é ainda menos verdadeira porque a obrigação do jornalista é (supostamente) dizer a verdade, ainda que isso possa alienar a audiência.…

‘Spam’ editorial é a doença “social” que (todas) as publicações devem temer

A cada vez que alguém espirra no Facebook, o mundo editorial sua frio. A plataforma sediada em Menlo Park, California, é hoje o palco mais sensível para a maioria esmagadora das publicações pela sua capacidade de gerar tráfego. Recentes mudanças no algoritmo que escolhe o que você vai ver na sua timeline geraram incerteza e previsões catastróficas.…

O inverno está chegando e ele vem num ‘ad blocker’

Um anticristo digital que dormia em silêncio há anos despertou e está impondo o terror nos domínios de largos setores da indústria de mídia. Os adblockers tinham alguns limitadores de funcionamento e alcance, mas eles foram basicamente dizimados pelas últimas versões do iOS e browsers.…

Você é uma mercadoria e seu valor vai aumentar (mas não muito)

Numa palestra em Stanford há alguns anos, o professor Paul Saffo descreveu a evolução da economia no século XX como indo da economia da escassez à economia do consumo. Segundo ele, com a crise de 2008, a economia do consumo atingiu seu pico e iniciou a transição para a economia da criação, que em última instância, é aquela decorrente da criação que você faz quando toma uma atitude tão simples quanto clicar num link.…

‘Colapso de contexto’, o nome do suposto pesadelo do Facebook

“E então se faça o Facebook”, e se fez o Facebook. A Bíblia não diz isso, mas ela tratasse da história na mídia digital, há bastante chance de que Gênese 1:3 fosse assim. A arquetípica rede social é tão suprema em todos os seus aspectos que é imaginá-la com problemas soa irreal – mas é verdade: o Facebook não consegue mais fazer você postar fotos do seu cachorro – e ele se preocupa com isso.…

Twitter: quando 330 milhões de usuários não bastam

O microblog que iconizou os 140 caracteres tem impacto global. Não há personagem público no mundo que não desenhe a sua identidade através de uma conta na rede, cuja receita neste ano deve passar dos US$2.5 bilhões. A fama e a relevância, contudo, não bastam para o Twitter.…

As dores do Twitter em um gráfico

O mecanismo de funcionamento dos mercados cria algumas situações aparentemente irracionais. O Twitter é um desses casos: mais de 300 milhões de usuários ativos mensalmente e de longe a rede social mais relevante para a sociedade não são suficientes para ‘aumentar’ o interesse dos mercados pelas ações da empresa.…

Os estudantes de jornalismo não sabem onde se meteram [Quartz]

O jornalismo ainda carrega um aura de coragem e defesa da sociedade. Erica Berger, uma ex-jornalista da Economist, fala de como o ofício virou um “moedor de carne” onde os preceitos básicos da profissão são solenemente ignorados, nesse ótimo texto do Quartz.