Na era digital, conectividade é a palavra-chave

“Eles trabalham com uma infinidade de coisas que não controlam; criam, mas não as possuem; agem mas não supõem; eles têm sucesseo, mas não se apegam ao sucesso e justamente por isso, o sucesso jamais os deixa”. A descrição  poderia ser sobre Bill Gates quando fez seu Windows mais aberto do que o establishment (leia-se, então, a IBM) permitia ou quando Steve Jobs entendeu que o DRM era uma bobagem e que  vender conteúdo era um problema de formato e não de combate à pirataria.…