Mídia dos EUA tem uma bolha que logo explodirá

A evolução da economia digital das últimas duas décadas teve seu reflexo na mídia. Para cobrir um acúmulo de dinheiro massivo como o proporcionado pela Internet e derivações, a mídia especializada foi ampliada exponencialmente. Publicações sobre tecnologia (como o Tech Crunch, Mashable e Gizmodo) e empresas digitais independentes operando em modelos de negócio sem precedentes na mídia tradicional (Buzzfeed, Vice, Business Insider) estão recebendo investimentos descabidos.…

Como a ‘superstar economy’ pode ir para o lado negro da força

Pare um momento, feche os olhos, e pense no roteiro de um dia normal na sua vida. Se você mora numa cidade e tem acesso à Internet (o que é extremamente provável), é praticamente certo que você seja cliente de, no mínimo, duas das maiores empresas de tecnologia do mundo (Facebook e Google), tem uma boa chance de usar os serviços e produtos de uma terceira (Apple) e não é impossível de também usar serviços de outras duas (Amazon e Uber).…

Tecnologia está ajudando a repaginar 2016 como um 1933 moderno

Depois de uma crise econômica que somente os muito ricos não sentiram, ocorreu uma radicalização política que trouxe de volta à mesa temas que a calmaria política havia afastado: imigração, inflação, pobreza, desemprego, incerteza. Desse cenário, emergiu um personagem populista, demagogo, com amplas lacunas de ignorância, que liderou pesquisas com um diálogo de xenofobia, intolerância, militarista e intervencionista.…

‘Cale a sua boca’ ou como os sites estão acabando com os comentários (e com os trolls)

“O cliente tem sempre razão”. A frase é um dos exercícios de relações pública mais forçados da história, porque todo mundo já esteve do lado do cliente para saber que ele não funciona na prática. No jornalismo, a máxima é ainda menos verdadeira porque a obrigação do jornalista é (supostamente) dizer a verdade, ainda que isso possa alienar a audiência.…

O que pode impedir o digital de ser o Pac-Man da mídia?

Parece incrível, mas em bem pouco tempo, a TV vai deixar de ser a ricaça da mídia e você vai sentir isso. Aliás, tão pouco tempo quanto no ano que vem. No espaço de alguns poucos anos, a eficiência das ferramentas digitais atingiu níveis assustadores e os anunciantes estão mudando suas preferências.…