Trump: resultado da desconexão de mídia e elite com a sociedade

Embed from Getty Images

A mídia se discutiu muito durante os 518 dias de campanha, mas não foi uma autoavaliação. Foi pugilato. Marcas famosas como o New York Times e Washington Post arreganharam os dentes para combater a Right-Wing Media que, por sua vez, diga-se de passagem, não teve vergonha de sugerir mentiras, indo da filiação de Obama a um partido comunista a uma demência que Hillary estaria escondendo.…

A mercadoria rara agora é você e não o que você consome

mail package photo

“O cliente  tem sempre razão”. Na prática, é uma mentira na maioria das vezes. Em todas as indústrias, raramente o cliente não é visto com desdém. Parte da explicação era a sociedade de consumo, industrial, impessoal e desconectada. A combinação da consolidação digital com o derretimento da economia em 2008 criaram um cenário onde o conteúdo não perdeu somente a realeza – ele virou uma commodity rasteira.…

Como o meio digital possibilitou “desertos” jornalísticos

É uma história que, se você for brasileiro, já conhece: cidade média, até com certo poder aquisitivo, tem um jornal pequeno (raramente mais de um), semiprofissional e que tem relacionamento próximo com as elites política e financeira locais. O resultado dessa equação, um jornalismo deficiente e alinhado com o poder local, criava grandes “desertos’ noticiosos, largas faixas de território onde a cobertura local era restrita e só a TV se impunha como fonte de informação. …

Mídia dos EUA tem uma bolha que logo explodirá

A evolução da economia digital das últimas duas décadas teve seu reflexo na mídia. Para cobrir um acúmulo de dinheiro massivo como o proporcionado pela Internet e derivações, a mídia especializada foi ampliada exponencialmente. Publicações sobre tecnologia (como o Tech Crunch, Mashable e Gizmodo) e empresas digitais independentes operando em modelos de negócio sem precedentes na mídia tradicional (Buzzfeed, Vice, Business Insider) estão recebendo investimentos descabidos.…

‘Cale a sua boca’ ou como os sites estão acabando com os comentários (e com os trolls)

“O cliente tem sempre razão”. A frase é um dos exercícios de relações pública mais forçados da história, porque todo mundo já esteve do lado do cliente para saber que ele não funciona na prática. No jornalismo, a máxima é ainda menos verdadeira porque a obrigação do jornalista é (supostamente) dizer a verdade, ainda que isso possa alienar a audiência.…

O que pode impedir o digital de ser o Pac-Man da mídia?

Parece incrível, mas em bem pouco tempo, a TV vai deixar de ser a ricaça da mídia e você vai sentir isso. Aliás, tão pouco tempo quanto no ano que vem. No espaço de alguns poucos anos, a eficiência das ferramentas digitais atingiu níveis assustadores e os anunciantes estão mudando suas preferências.…

Você é uma mercadoria e seu valor vai aumentar (mas não muito)

Numa palestra em Stanford há alguns anos, o professor Paul Saffo descreveu a evolução da economia no século XX como indo da economia da escassez à economia do consumo. Segundo ele, com a crise de 2008, a economia do consumo atingiu seu pico e iniciou a transição para a economia da criação, que em última instância, é aquela decorrente da criação que você faz quando toma uma atitude tão simples quanto clicar num link.…