A realidade filtrada ou por que você acha que está sempre certo

Uma democracia só se constrói com desacordo, discussão e confronto de ideias. Essa é uma das premissas em cima das quais uma imprensa forte e independente é fator sine quae non nas sociedades democráticas. Países que têm uma imprensa com origens estatais ou altamente dependente dos favores do Estado ou establishment estão acorrentados ao poço de lama fétida que é o autoritarismo mais ou menos explícito, com variações distintas indo de ditaduras absolutas (como a Arábia Saudita) até democracias disfuncionais como Brasil, Índia ou México.…

O tsunami Ninja

O que aconteceu quando os criadores da Mídia Ninja Bruno Torturra e Pablo Capilé foram ao Roda Viva, da TV Cultura? Várias coisas. Os jornalistas começaram a discutir a si mesmos e aos métodos ortodoxos de jornalismo. Apareceu também, pela primeira vez em muitíssimo tempo, um conceito de se reportar e produzir informação que rompe com o modelo da mídia tradicional.…

O atropelamento da mídia no #protestosp

Qualquer meio ou indivíduo fala para um público. Ninguém fala para as paredes. Na última semana, os meios no Brasil ficaram, sim, falando com a parede até que foram atropelados por uma avalanche digital. Não se tratava de jornalismo, mas de uma conversação pública que jamais tinha ocorrido.…

Escândalo do PRISM reitera necessidade de mídia multifragmentada

E ao que tudo indica, o governo “Yes, We can” de Barack Obama revela-se refém de um sistema de poder maior, que ignora partidos, eleições, eleitores e qualquer outro tipo de respaldo. Edward Snowden, um analista de dados do NSA, uma agência de segurança americana, revelou documentos que provam que o governo obtinha dados sigilosos de indivíduos da parte de praticamente todos os gigantes de tecnologia – indo de Apple a Facebook, sem deixar – quase – ninguém de fora.…

Jornalismo precisa que academia se aproxime do mercado

Em nenhum momento da história da humanidade a comunicação teve um ritmo de mudança parecido com o atual. A eliminação da distância criou possibilidades para, pela primeira vez na história da humanidade, se pensar em sistemas de comunicação realmente universais. Contudo, tais mecanismos se desenvolvem, curiosamente, distantes dos centros de excelência de pesquisa das universidades – o que é uma verdadeira loucura.…