Uma palavra sobre Kony 2012, o vídeo

O vídeo sobre o warlord ugandense Joseph Kony virou o maior viral da história e levou ao mundo o conhecimento de um monstro que atua há quase duas décadas fazendo de Uganda um dos piores lugares do mundo para se viver, e despertou uma controvérsia sobre se é pertinente fazer isso, se não se trata de mais uma invasão branca na África e se os militares e políticos ugandenses não estão sendo retratados de maneira positiva quando na verdade são outros criminosos.

Todas as críticas valem e em outras circunstâncias, deveriam ser avaliadas. Mas nesse caso, não.Kony é um monstro que precisa ser levado à justiça. Churchill uma vez disse que se Hitler invadisse o inferno, ele (Churchill) se aliaria ao Diabo. É o caso. Por mais que muita coisa também esteja errada, se Kony for preso e julgado, o esforço terá valido a pena, mesmo que beneficiando políticos corruptos e oportunistas no processo.

Portanto, caso você planeje objetar o sucesso do vídeo sob argumentos que até poderiam ser válidos, vá ver quem é  Kony e repense.  Todo o mal que causamos à África não vai cessar e uma pequena contribuição que poderíamos fazer deixará de existir se esse debate sobre se é certo ou não intervir – que parece uma obstrução de votação num congresso – continuar.

Cassiano Gobbet

I am a journalist, interested in everything related to the equation technology + communication.